Ações que impactam no volume de água das represas

Existem diversos fatores que afetam o nível de água das represas. E em alguns casos, ele pode diminuir ou aumentar por conta de ações nossas e quem nem sempre nos damos conta do impacto que causam.

A nível industrial, o impacto ainda é maior e nem sempre essas grandes empresas entendem que o seu descaso pode agravar a situação de uma cidade inteira. Portanto, é necessário que as empresas tenham consciência de sua responsabilidade socioambiental, de forma que, suas atitudes não só preservem o ambiente, como também, influenciem todos ao seu redor.

Qual a importância das represas?

Muitas vezes, a imprudência pode ser gerada por conta da falta de informação. Nem todos sabem a real utilidade das represas.

Esses grandes reservatórios de água podem fornecer água potável para uma cidade inteira, no qual, a sua falta pode deixar milhões de pessoas sem água, correndo sérios riscos de saúde ou de vida.

Afinal, hoje em dia boa parte da população mundial tem água encanada e depende dela para sobreviver e ter condições mínimas de vida. No Brasil, por exemplo, 85% da população usufrui do saneamento básico de água.

Portanto, as represas tem um grande papel na vida das pessoas e fazem movimentar uma população inteira, que depende desse grande centro de água potável. Toda a água encanada que recebemos e usamos, vem das represas. Do contrário, teríamos acesso a água de procedência duvidosa e com substâncias contaminantes, que colocam em risco a vida de todos.

Quais ações impactam no volume de água desses reservatórios?

Empresas que fazem uso excessivo de água, sem nenhum acompanhamento do uso desses recursos.
Conjuntos de condomínios de qualquer espécie tem sua função para garantir o volume alto das represas. Para uma maior economia de água em condomínios residenciais ou empresariais é preciso estar a atento aos gastos diários e fazer a instalação de itens mais econômicos.
Vazamento nas ruas por meio de canos, dutos e outras saídas de água (nessas horas, é preciso entrar contato com a companhia de água da sua cidade para denunciar o desperdício).
Em períodos quentes e com pouca chuva, os reservatórios ficam bem mais vazios. Afinal, a chuva é sua única fonte de abastecimento.
Casas que apresentam vazamentos ou uso desmedido da água, podem aos poucos reduzir o volume de água das represas. Por isso a importância de cada um fazer sua parte para economizar água.
Em grandes construções como estádios, conjuntos de prédios, hospitais e outras estruturas, há uma enorme demanda de água. Portanto, é preciso averiguar medidas de fazer um uso mais consciente do recurso.
A falta de estrutura para armazenar a água da chuva também pode influenciar. Ao descartar a água que poderia ser armazenada, a represa pode sofrer com esse desperdício depois, em períodos de seca.
Em lugares com um alto nível de poluição, forma-se uma grossa camada na atmosfera que abafa o local em questão, evaporando a água com mais facilidade. Contudo, essa camada também impede a penetração da água no momento da chuva.
As árvores e plantas colaboram para a produção de oxigênio, o que facilita para a queda d’água. Ao desmatar florestas, você diminui as chances de chuva, o que reduz também o nível das represas.

Quando o assunto é economia de água, o uso consciente é sempre a melhor opção. Por isso, fique atento à ações que podem ou não ajudar na conservação desse bem natural.

By | 2018-12-11T15:29:44-02:00 dezembro 11th, 2018|Economia de Água em Condomínios|